Artigo

Uma em cada três crianças portuguesas tem excesso de peso ou obesidade infantil

A British Medical Association(BMA) diz que há mais de 22 milhões de crianças com menos de 5 anos que têm excesso de peso e que 155 milhões estão em idade escolar.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde(OMS), em Portugal, uma em cada três crianças tem excesso de peso ou obesidade infantil.

https://www.pexels.com/photo/adorable-baby-blur-boy-294173/

A Comissão europeia, diz que estamos entre os países com maior número de crianças afetadas por esta doença: 32% (entre os 6 a 8 anos) com excesso de peso e 14% obesas.

O Sistema Europeu de vigilância nutricional infantil, refere que mais de 90% das crianças portuguesas come fast-food, doces e refrigerantes quatro vezes por semana. Menos de 1% das crianças bebe água todos os dias e só 2% consome fruta diariamente.

 

Para agravar a situação, 60% das crianças vão para a escola de carro e apenas 40% têm atividades desportivas extracurriculares.

Estes maus hábitos causam também o desenvolvimento de outras doenças graves na adolescência e na idade adulta como: Doenças cardiovasculares, hipertensão e diabetes.

Afeta também a parte social e psicológica, por estas crianças estarem sujeitas a bullying e discriminação tendo consequências colaterais na sua autoestima e rendimento escolar.

 

Os especialistas alertam para a necessidade de tomar medidas, e travar o avanço desta epidemia, por esta ser a segunda principal causa de morte prevenível no mundo, receando que “esta geração de crianças será a primeira da história a viver uma vida mais curta que a dos seus pais”.

https://www.pexels.com/photo/adorable-baby-blur-boy-294173/

Ser saudável é divertido!

Em Portugal, a obesidade infantil tem vindo a tornar-se um problema sério. Uma em cada três crianças portuguesas tem excesso de peso. Esta tendência deve-se ao facto de manterem uma alimentação não saudável onde a fast-food e os refrigerantes são consumidos quase diariamente.

Se te identificas com este estilo de vida, esta mensagem é para ti.

Estes hábitos alimentares trazem-te maiores possibilidades de vires a desenvolver doenças mais graves no futuro. É por isso que deves começar já a tomar medidas. Não é difícil e pode tornar-se divertido, basta quereres.


Aqui tens alguns passos:

  • Começa por fazer uma alimentação variada e saudável!
  • Aposta em atividades físicas – futebol, natação, dança? Tens várias opções, escolhe uma que gostes mesmo!
  • Desafia os teus amigos a juntarem-se a ti nesta aventura. Assim, torna-se ainda mais divertido e desafiante.

Achas que consegues?

Segue estas dicas para alcançar um vida mais saudável. Vais, certamente, sentir-te melhor e livrar-te de problemas futuros.

 

Criança a fazer exercício, acompanhada por um adulto.

Obesidade Infantil – Causas e Soluções

Em Portugal uma em cada três crianças tem excesso de peso.

Crianças com excesso de peso têm problemas de saúde como a fadiga e falta de sono. Além dos problemas físicos existem também os problemas psicológicos. Têm mais probabilidade de sofrer de bullying por parte dos amigos o que resulta em piores notas na escola e até em algumas doenças mentais como a depressão.

A obesidade infantil é uma doença que cria outras doenças muito graves como diabetes e problemas de coração.

A principal causa da obesidade infantil é uma alimentação pouco saudável. Muito poucas crianças comem fruta e bebem água diariamente. A maioria come alimentos pouco saudáveis como o fast-food e doçes quase todos os dias. Outro problema é a pouca actividade física. Grande parte das crianças não fazem desporto e não brincam na rua. Quando não estão na escola passam grande parte do dia em casa em frente à televisão e ao computador.

O excesso de peso e a obesidade são problemas graves que têm que ser resolvidos para garantir um futuro saudável às próximas gerações.

Go to Top