Título convida, texto conta

Aqui podem estar direitos de autor.

Mais uma legenda, será uma legenda a mais

Aqui deve entrar o texto com a mancha gráfica adaptada ao contexto dado no briefing.

Não esqueçam a ou as imagens e respectiva(s) legenda(s). Tomem em consideração a eficácia comunicativa na mancha do blogue.

Deverá ser feito um post para o destaque e outro para o artigo. No final assinem cada post com o vosso nome, número e turma (assinalando a respectiva categoria).

Bom trabalho!

Seca duradoura causa fome em Madagáscar, ONU obrigada a intervir

A seca levou a consequências devastadoras em Madagáscar Foto:FAO

Seca duradoura causa fome em Madagáscar, ONU obrigada a intervir

A seca levou a consequências devastadoras em Madagáscar Foto:FAO

A seca levou a consequências devastadoras em Madagáscar Foto:FAO

 

A situação de algumas das regiões de Madagascar encontra-se extremamente precária, com perto de 850,000 pessoas a sofrer de insegurança alimentar causada pela seca que dura há quase 3 anos. Esta escassez de água torna o solo infértil e as plantações acabam por não dar alimento, levando a problemas de saúde, como malnutrição da população, e também problemas sociais – muitas pessoas vivem com menos de 2 dólares por dia.

Intervenção da ONU

O caminho é longo para a resolução deste problema mas a ONU tenta combatê-lo através das suas agências, para que haja soluções tanto a curto como a longo prazo. As nossas acções decorrem diariamente no terreno de várias formas, dependendo da agência.

Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO)

Ajudando agricultores de pequena escala, distribuindo sementes resistentes à seca para que estes possam voltar à sua ocupação, e ainda repondo ferramentas que possam ter sido vendidas em troca de comida, a FAO tem como objectivo a sustentabilidade alimentar a longo prazo.

Programa Alimentar Mundial (WFP)

Ao mesmo tempo que efectua operações de alívio financeiro e alimentar para a quase totalidade das pessoas a viver em precariedade, ainda providencia refeições diárias a milhares de crianças em idade escolar e previne a malnutrição em mulheres grávidas e recentes mães – tal como à respectiva criança.

UNICEF

Focando-se mais nos direitos das crianças, garante escolas

operacionais de forma a evitar o abandono escolar, o trabalho infantil e os casamentos arranjados, fenómenos recorrentes neste tipo de situações, mas também rastreios de nutrição e água e saneamento para maior parte da população afectada.

Apesar do esforço conjunto das agências a emergência é grande e a situação grave, o que leva a uma operação dispendiosa a qual depende somente de donativos.

8569 – Diogo Vieira

Madagáscar está a atravessar sérias dificuldades com cerca de 850 mil pessoas a enfrentarem a fome.

Madagascar

Os habitantes de Madagáscar estão a ser gravemente afetados pela insegurança alimentar

A colheita de arroz, milho e mandioca foi afetada por chuvas irregulares e por uma praga de gafanhotos, levando cerca de 4 milhões de pessoas em Madagáscar a sofrer com a insegurança alimentar. Devido a estes acontecimentos os preços dos alimentos têm vindo a aumentar.

 

Qual o ponto de situação em Madagáscar?

Metade da população do sul de Madagáscar enfrenta a fome e precisa de assistência humanitária urgente. A taxa de desnutrição crónica é a sexta maior do mundo. A insegurança alimentar foi causada pela queda significativa da produção de alimentos nas últimas três temporadas agrícolas devido à seca.

 

As crianças são sempre as mais afetadas | Foto: Yosef Hadar/Banco Mundial

O que está a ser feito para combater a fome?

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, pretende distribuir sementes e mudas de plantas a cerca de 170 mil famílias em dezembro. O PAM, Programa Alimentar Mundial, afirmou que está a aumentar os seus esforços para apoiar os habitantes de Madagáscar, incluindo merendas escolares, alimentos para os pacientes de tuberculose e alimentação complementar para crianças menores de dois anos de idade, mulheres grávidas e mulheres a amamentar.

 

Apesar da vontade em ajudar, os recursos também estão em falta. Deste modo, o PAM está a centrar-se em socorrer 400 mil pessoas entre as mais vulneráveis no sul da ilha mas espera-se ajudar 1 milhão de pessoas a partir de novembro até dezembro do próximo ano, com apoio do governo e de parceiros para outras milhões de pessoas.

Segundo o PAM, são necessários 25 milhões de dólares para que seja possível continuar as operações de emergência no país. No presente o Programa Nacional da agência enfrenta um défice de 15 milhões de dólares, ao passo que a operação de socorro e recuperação tem um défice de 10 milhões de dólares.

 


 

Escrito por: André Campos Silva | 8875 | Turma C

Fotografia: Yosef Hadar/Banco Mundial

Madagáscar e El Niño

A ilha conta com 850 mil pessoas a atravessar por uma situação de fome extrema. A causa são as alterações climáticas.

El-Nino

Madagáscar e El Niño

A ilha conta com 850 mil pessoas a atravessar por uma situação de fome extrema. A causa são as alterações climáticas.

 

Com a ajuda da ONU, mais precisamente da FAO (Food and Agriculture Organization) no que toca a questões de sustentabilidade alimentar, a República do Madagáscar tem lutado contra a seca provocada pela passagem de El Niño.

Sendo um país cuja economia se baseia na produção agrícola própria, o estado de insegurança alimentar têm-se vindo a acentuar cada vez mais. Como consequência da seca, apenas quatro em cada dez domicílios é que ainda detêm sementes nas suas plantações.

Em comparação com os resultados de 2015, a produção de trigo está em declínio em cerca de 80% na região de Androy – uma das quatro de Madagáscar.

As soluções que os habitantes da ilha encontram passam pela venda dos seus terrenos, pela mendigagem, e os que conseguem, pela migração.

Actualmente, os valores apresentados para o índice de pobreza do país excedem os 92%.

O que é o El Niño?

Trata-se de um fenómeno climático a causar a diminuição das chuvas na zona da África Austral pelo terceiro ano consecutivo. Existem também vários ciclones tropicais por ano que afectam as infra-estruturas do país, provocados pela combinação de ventos na zona do oceano Índico.

Para além da ilha de Magáscar, países como Angola e Moçambique também estão a ser afectados.

Esta situação deve manter-se pelo menos até 2017.

Como está a ONU a ajudar?

Juntamente com a UNICEF e o PMA (Programa Mundial Alimentar), a ONU desenvolve os seguintes pontos como foco da sua ajuda:

–  A obtenção de financiamento para este programa de ajuda;
–  Fornecer ferramentas agrícolas aos habitantes da ilha adequadas à distribuição de sementes
resistentes à seca;
–  Prevenir desnutrição excessiva de mulheres grávidas e crianças menores a 5 anos;
–  Fornecer comida a comunidades mais expostas à extrema seca. 

El-Nino

Demonstração da seca vivida com a passagem de El Niño. Fotografia: Petterik Wiggers (PMA)

Insegurança alimentar ameaça a ilha de Madagáscar

Muitas crianças estão expostas à fome e sofrem de desnutrição

Fome afeta mais de 1 milhão

Seca rigorosa deixa em perigo vários distritos

 

Na ilha de Madagáscar, 1,4 milhões de pessoas encontram-se em situação de insegurança alimentar. As agências da ONU têm reunido forças para lutar contra as consequências da seca, que se tem prolongado durante três anos.

(more…)

Madagáscar: Seca e insuficiência alimentar

Madagáscar em grave situação de insegurança alimentar. 850 mil pessoas não têm necessidades básicas alimentares.

Go to Top